Os Justos

O que fazer para agradar a Deus.

No site judeu.org, Sha’ul Bensiyon, nos explica que para se herdar a vida abundante do Mundo vindouro é necessário que nos arrependemos de nossas transgressões e tenhamos uma vida integra.

Ele está se referindo as Leis da Torá. Se tirarmos as Leis estatutárias, criadas apenas para reger a nação Israelita, restam aquelas que deveriam serem seguidas por toda a humanidade Lendo esta parte da Lei, fica claro o ensinamento de Hillel e Yeshua: "Portanto, tudo o que vós quereis que os homens vos façam, fazei vós também a eles, porque esta é a Torá e os profetas."
Em outro momento Yeshua nos ensina como é possível colocar em prática a citação anterior: "...que vos ameis uns aos outros, assim como eu vos amei a vós, que também vós vos ameis uns aos outros.".
E por fim, uma passagem da própria Torá, em Devarim 6:4, apesar de ser direcionada ao povo de Israel, também nos ensina algo fundamental: "Escuta, Israel! O Eterno é nosso Deus, o Eterno é um só! E amarás ao Eterno, teu Deus, com todo o teu coração, com toda a tua alma e com todas as tuas posses."

Se você conseguir viver estas 3 citações, não se preocupe, pois naturalmente, você já está cumprindo toda a Torá, todos os ensinamentos da Tanakh e, acima de tudo, será agradável aos olhos de Deus.


Tem que ser verdadeiro!

Um defeito de toda humanidade, é mentir para si mesmo e depois acreditar que esta mentira é verdade para os outros. Diante de um ultimato, sempre achamos que nossos sofrimentos foram muito dolorosos, que nossas boas obras são muito valorosas, e nossas faltas são inocentes e sem importância.
Não se engane, isso é mentira.

Ao viver o amor que Yeshua ensinou, você enxergará que suas boas obras e sofrimentos são verdadeiramente insignificantes quando comparados a suas faltas.

Não adianta buscar

Suas caridades não te levarão ao Reino, nem suas orações e, muito menos, seus dízimos. Pois suas atitudes não são moeda de troca para escrever seu nome no Livro da Vida.

Quando um justo consegue aliviar o sofrimento de alguém por um único segundo, ele entende que esse segundo é mais valioso que uma vida inteira de felicidade, e sente que sua existência já está justificada por ele O justo não se importa com qualquer recompensa, pois já se sente recompensado. Isso só é possível por amor.

Agradável a Deus é o amor verdadeiro que te leva a uma boa atitude, qualquer coisa feita por amor não espera recompensa, nem reconhecimento. Uma caridade ou oração feita por amor, não é uma atitude do intelecto, e sim o resultado da pureza da alma de um justo. Por isso, o que é capaz de te levar ao Reino de Deus não são suas obras, mas o que te levou a fazê-las.

Cuide dos seus sentimentos

Tente amar a Deus acima de todas as coisas, amar as pessoas simplesmente porque elas existem, e faça aquilo que gostaria que fizessem a você se estivesse no lugar de cada uma delas. Não espere recompensas, apenas ame todas as coisas, e cada uma na sua medida correta.

Se assim for, não existe espaço para maldades, pecados e sofrimentos.

<< AnteriorPróximo >>
A Essência dos ensinamentos Divinos